Circuito Rede Vitória ES Open de Tênis: Leonardo Bartnik é o grande campeão da 1ª Classe

Folha Vitória: Circuito Rede Vitória ES Open de Tênis – em noite de grandes jogos, dez tenistas se classificam para as fases finais do torneio
4 de outubro de 2019
Campeonato Internacional infantil e juvenil de Mococa – Troféu Chico Piscina
10 de outubro de 2019

Circuito Rede Vitória ES Open de Tênis: Leonardo Bartnik é o grande campeão da 1ª Classe

 

 

Carioca, natural de Niterói, vem para Vitória, vence capixabas, e fatura o troféu da 1ª Classe. Ainda de sobra, leva para o Rio de Janeiro uma premiação individual no valor de R$1.000,00

Quatro capixabas e um paulista tentaram, mas ninguém conseguiu parar o carioca, de Niterói, Leonardo Bartnik, de 30 anos. Estreando no Circuito Rede Vitória ES Open de Tênis, Leo conseguiu se impor em cima de todos os adversário e saiu da quadra do Clube de Natação e Regatas Álvares Cabral com o título de campeão da 1ª Classe.

Na manhã de domingo (06), teve uma parada dura pela semifinal. Encarou Ivan Shalders, 2ª do ranking capixaba, e grande favorito ao título. Leo jogou o favoritismo de Ivan longe, ao batê-lo por 2 sets a 0, com parciais de 6×3 e 6×4.

“Vi que o Ivan estava praticamente invicto nos torneios daqui, e pensei ‘ah, vamos aproveitar para desbancar ele’, aí consegui”, explicou Bartnik.

 

 

E a participação do carioca na 7ª etapa do Circuito Rede Vitória ES Open de Tênis, veio quase ao acaso. “Uns ex-vizinhos meus de Niterói vieram morar aqui em Vit´ória. Soube de um outro amigo que ia ter o torneio (7ª etapa). Aproveitei para juntar as duas coisas, passar um final de semana com os amigos e o tênis, e vim. O título foi uma surpresa pra mim”, contou.

A surpresa não foi só para Léo. Foi para todos. Desde o primeiro jogo, ainda na fase de 16 avos de final, a qualidade técnica do carioca surpreendeu. Com saques rápidos e precisos, não dava chances para o oponente. Na final, o rival da vez era Arthur Hernandes, de 18 anos, que de manhã não precisou entrar em quadra, pois venceu a semifinal por W.O. Seu oponente, Diego Tavares, não apareceu pro jogo.

Em quadra, Arthur tentou, tentou, tentou. Mas, nada que tentasse fazer, parava Léo. Com experiência, o carioca controlou o jogo. Decidiu os pontos importantes, quebrou o saque de Arthur em momentos decisivos e fechou a partida em 2 sets a 0, com parciais de 6×3 e 6×1.

 

 

“Achei que fosse ser mais dura. O garoto jogou muito bem, mas consegui devolver bem a bola, errando muito pouco. A experiência foi importante pra vitória. Arthur é um garoto novo e ficou muito ansioso. Quando ele acelerava mais o jogo, deixava ele jogar. Só que ele tentava definir muito, mas errava. No erro dele, eu ia pontuando”, explicou Leonardo Bartnik.

Com a vitória, Léo também leva pra casa uma premiação individual de R$1.000. Aliás, os semifinalistas e os finalistas da 1ª Classe receberam premiação em dinheiro, segundo a Federação Espírito-santense de Tênis. Além de Léo, Arthur faturou R$500 pelo vice-campeonato. Já Ivan Shalders e Diego Tavares, semifinalistas, receberam R$250 cada um.

Confira a trajetória de Leonardo Bartinik no torneio

16 avos de final: 2 x 0 contra Lucas Luciano (6×0 e 6×1);

Oitavas de final: 2 x 1 contra Fernando Moreira (3×6, 6×1 e 6×4);

Quartas de final: 2 x 0 contra Erick Mercado (6×1 e 6×3);

Semifinal: 2 x 0 contra Ivan Shalders (6×3 e 6×4);

Final: 2 x 0 contra Arthur Hernandes (6×3 e 6×1).

Outros vencedores da 7ª etapa do Circuito Rede Vitória ES Open de Tênis

Antes da finalíssima da 1ª Classe, outros vencedores do torneio foram conhecidos. Pelas mulheres, venceram Isabela Nadai (2ª Classe) e Gabriela Rangel (3ª Classe). No masculino, levaram o troféu, Gonzalo Cataldo (5ª Classe), Emerson Silva (4ª Classe), Michel Santos (3ª Classe) e Pedro Silva (2ª Classe).